Blog


Acompanhe as novidades do Canil Rockefeller Bulls e do mundo canino.

Publicado em 12 de setembro de 2017 - Eventos

Exposição de Estrutura e Beleza

A Cinofilia nacional conta hoje com a entidade CBKC (Confederação Brasileira de Cinofilia), entidade mater da cinófilia nacional e única conveniada a  Fédération Cynologique Internationale (FCI). Entre as suas principais atribuições, estão as de dirigir a cinofilia nacional, através das federações e entidades assemelhadas; instalar e manter o serviço de registro genealógico de cães de raça pura, fornecendo os respectivos certificados; manter relações com as entidades cinofilas estrangeiras; estimular e orientar a cinofilia nacional, por meio de convênios e intercâmbios; entre outros.

SÃO CENTAS DE RAÇAS DIVIDIDAS EM 11 GRUPOS, QUE ASSIM ESTÃO ATRIBUÍDAS:

Grupo 1 – Cães pastores e boiadeiros:
Australian Cattledog, Bearded Collie, Border Collie, Bouvier de Flandres, Briard, Collie Pêlo Curto, Collie Pêlo Longo, Kuvasz, Old English Sheepdog, Pastor Alemão, Pastor Belga (Groenandael, Laekenois, Malinois, Tervueren), Pastor dos Pirineus (pêlo longo, pêlo liso), Shetland Sheepdog, Welsh Corgi Cardigan, Welsh Corgi Pembroke...

Grupo 2 – cães do tipo Pinscher e Schnauzer. Molossos e Boiadeiros Suíços
Bernesse Mountain Dog, Boxer, Bulldog Inglês, Bullmastiff, Cão dos Pirineus, Dobermann, Dogo Argentino, Dogue Alemão (dourado/tigrado), Dogue Alemão (preto/arlequim), Dogue Alemão (azul), Dogue de Bordeaux, Fila Brasileiro, Mastiff, Mastim Napolitano, Pinscher Miniatura, Rottweiller, São Bernardo (pêlo curto/ pêlo longo), Schnauzer Gigante (sal e pimenta/preto), Schnauzer Miniatura (sal e pimenta/preto/cinza-prateado/ branco), Schnauzer Standard (sal e pimenta/preto), Sharpei, Terranova, Tosa.

Grupo 3 – Terriers
Airedale Terrier, American Staffordshire Terrier, Bedlington Terrier, Bull Terrier, Cairn Terrier, Fox Terrier (pêlo curto), Fox Terrier (pêlo duro), Irish Terrier, Kerry Blue Terrier, Norfolk Terrier, Norwich Terrier, Scottish Terrier, Skye Terrier, Soft Coated Wheaten Terrier, Staffordshire Bull Terrier, Terrier Brasileiro, West Highland White Terrier, Yorkshire Terrier.

Grupo 4 – Dachshund
Standard Pêlo Curto, Standard Pêlo Longo, Standard Pêlo Duro, Anão Pêlo Curto, Anão Pêlo Longo, Anão Pêlo Duro, Miniatura Pêlo Curto, Miniatura Pêlo Longo, Miniatura Pêlo Duro.

Grupo 5 – Cães do tipo Spitz e Primitivo
Akita, Basenji, Chow Chow, Elkhound Norueguês (cinza/ preto), Husky Siberiano, Malamute do Alaska, Podengo Português (pêlo duro e pêlo liso = pequeno/ médio/ grande), Samoieda, Shiba, Spitz Alemão, Spitz Lobo (Grande branco, marrom/ preto; Médio branco, marrom/preto, outras cores; Pequeno branco, marrom/preto, outras cores; Anão), Lulu da Pomerânia.

Grupo 6 – Cães do tipo Sabujo e Rastreadores
Basset Hound, Beagle, Bloodhound, Braco Alemão

Grupo 7 – Cães de Aponte
Braco Alemão Pêlo Curto, Braco Alemão Pêlo Duro, Braco Italiano, Grande Musterlander, Pointer Inglês, Setter Inglês, Setter Gordon, Setter Irlandês, Setter Irlandês Vermelho e Branco, Vizla Pêlo Curto, Vizla Pêlo Duro, Weimaraner Pêlo Curto, Weimaraner Pêlo Longo

Grupo 8 – Cães Levantadores, Retrievers e de Água
Cão d’água Português, Cocker Spaniel Americano Sólido/Particolor, Cocker Spaniel Inglês Sólido/Particolor, Golden Retriever, Labrador Retriever, Rodhesian Ridgeback, Springer Spaniel Inglês

Grupo 9 – Cães de Companhia
Bichon Frisè, Boston Terrier, Bulldog Francês, Chihuahua, Dálmata, Lhasa Apso, Maltês, Pelado Mexicano (grande/miniatura), Pequinês, Poodle (Standard, Médio,Anão e Miniatura - branco / marrom / preto / cinza / abricó), Pug, Shih Tzu

Grupo 10 – Galgos e Raças Assemelhadas
Afghan Hound, Borzoi, Greyhound, Greyhound Italiano, Saluki, Whippet, Wolfhound Irlandês

Grupo 11 – Cães de Raça não reconhecida pela FCI
Pitt Bul e etc..

Dentro de cada raça, os exemplares são divididos por sexo, idade e títulos. Desta forma, entram em pista para serem julgados, normalmente, as fêmeas e em seguida os machos.

AS CLASSES SÃO DIVIDIDAS DO SEGUINTE MODO:

Em cada raça, os cães são julgados, primeiramente as fêmeas e depois os machos de cada classe, que são divisões para a participação dos cães. Assim temos classes definidas por idade, para cães jovens:

  • De 6 e 1 dia à 9 meses - Classe Filhote
  • De 9 e 1 dia à 15 meses - Classe Jovem e as demais classes, acima de 15 meses de acordo com os títulos conquistados:
  • Classe Aberta - cães que ainda não obtiveram título de CAMPEÃO
  • Classe Campeonato - cães com título de CAMPEÃO, concorrem para fechar o título de GRANDE CAMPEÃO.
  • Classe Grande Campeonato - cães que já possuem o título de GRANDE CAMPEÃO.

Ainda, o vencedor da classe filhote e jovem disputará com os vencedores das demais classes (aberta, campeonato, grande campeonato), a condição de melhor da raça naquela "exposição" (na avaliação do juiz naquela pista). O melhor da raça disputará posteriormente com os demais melhores de outras raças pertencentes ao mesmo grupo, a condição de vencedor do grupo. Existem 11 divisões de grupos (raças com alguma afinidade)Paralelamente, e normalmente para cães com mais de 15 meses, existem as competições para outros títulos promocionais, como:

  • Campeão Panamericano;
  • Grande Campeão Panamericano;
  • Campeão Internacional;
  • Grande Vencedor Nacional;

Apresentação – Não aconselhamos que o dono do animal o apresente em exposições de conformação e beleza, pelo motivo de estar envolvido emocionalmente com seu animal, aconselhamos que procure um profissional qualificado para tal, o qual chamamos de Handler, existem vários profissionais sérios e competentes, porem tome cuidado, acerte valores antecipadamente, se tiver dificuldade para avaliar um Handler procure o Kennel Clube de sua cidade e lhes peça uma indicação.
Porém se seu único objetivo é o de divertir-se sem grandes metas, pode perfeitamente apresentar seu cão, muitos donos de cães de raça são entusiastas de exposições e concursos , viajando grandes distâncias na esperança de ter sucesso em determinado show. Para a grande maioria dos participantes, porém, não há retorno financeiro por sua árdua tarefa. Essa é a arena específica do amador, em que as pessoas tomam parte no espetáculo pela única oportunidade de exibir seus cães, de encontrar gente com os mesmos interesses, e de comungar na excitação do último dia, quando os vencedores são proclamados.
A metodologia para apresentação em pista se consiste da seguinte forma:

  • Fazer o animal se movimentar com a guia solta;
  • Parar em posição de "stay";
  • Deve movimentar-se à esquerda e ao lado do condutor atendendo aos comandos de junto";
  • Deixar o cão fora de contato com outros cães , preso na caixa ou em corredeiras;
  • Informar-se sobre a hora de entrada em pista, ringue reservado à sua raça, pedir n. de inscrição;

Quando convocada sua raça, dirija-se à pista de espera onde o auxiliar do árbitro estará alinhando os concorrentes em função dos números de inscrição no catálogo;

Convocada à classe, o juiz solicitará que todos os participantes dêem uma volta em torno da pista, Todos os expositores devem dar uma volta em círculo, no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio, mantendo os cães no interior do círculo, posicionando todos em "Stay" , portando corretamente suas orelhas.

O juiz avaliará o exemplar, ítem por ítem;

  • Coloração e pelagem;
  • Pele, pelo e mucosas;
  • Padrões da raça; proporção, peso, tamanho, olhos, orelhas, cabeça, focinho, bigode, dentes, cauda, ombros, pernas, cor, pelagem.
  • Juiz apalpa ossos e músculos e avalia marcha, atitude e pode que o cão seja alegre ou orgulhoso.
  • O cão que combina os critérios estabelecidos para a  sua raça é o vencedor da competição.

Durante o exame, o expositor não deve se dirigir ao árbitro, limitando-se à responder às perguntas feitas geralmente sobre idade e etc.
Uma vez tendo analisado seu exemplar , o juiz solicitará que o movimente indo e vindo em sua direção;
Tendo o juiz examinado tudo que queria, escreverá na súmula a sua opinião sobre o exemplar indicando ao proprietário que já acabou o exame e que este pode se retirar para o canto da pista.

DICAS PARA PREPARAR SEU CÃO:

Mesmo que você venha a contratar um Handler, a preparação de seu cão se dá no dia-a-dia, isso mesmo, todos os dias você pode contribuir para que seu cão sempre esteja praticamente pronto para entrar em pista, cães com pelo longo devem ser escovados freqüentemente, a fim de evitar embaraçamento dos pelos, e cães de pelo curto, de vem ser escovados a fim de ter seus pelos Mortos removidos, tornando assim sua pelagem sempre uniforme e vistosa. A Preparação do Cão começa em casa, nunca se esqueça disto.

BANHO

Esse é o primeiro passo para a preparação para o show, Procure um local com piso cimentado ou de pedra, onde seu cão nem você possam escorregar, e onde não tenha contato com terra. Sempre em um local sem corrente de ar, procure usar água morna e xampu para cães. Segure a cabeça do animal com o focinho para cima a fim de que a água não lhe caia nos olhos e no nariz. Remova todo o xampu , enxugue o animal com toalha , e para as raças de pêlo longo , empregue um secador elétrico antes da escova.

GROOMING

Para algumas raças, como o poodle , o pêlo deve ser cortado de modo a conformar-se com o padrão oficial para animais de sua categoria, nas raças com pelo curto este trabalho resume-se em pequenos acertos e aparas.

DIA DA EXPOSIÇÃO

O desfile na pista da exposição é o auge de todo o árduo trabalho que os donos tiveram. Um bom animal aprende a mostrar-se na sua melhor forma diante do júri. Uma disposição tranqüila é essencial , pois o cão tem de sujeitar-se a ser examinado e apalpado por estranhos e a ignorar a presença perturbadora dos outros cães . Por sua vez, o juiz precisa ter perfeito conhecimento dos padrões oficiais para cada raça , a fim de avaliar a conduta, postura , presença , andadura e temperamento do candidato.

PADRÕES

Os padrões , nos países em que uma raça é reconhecida , de regra especificam fatores como: altura e peso; proporções do corpo com relação a partes específicas; coloração; aspecto e textura da pelagem; orelhas, cauda, olhos e pés. Faltas típicas que tiram pontos são também arroladas , depois do que é positivo.

  • As diferentes mordeduras vêm especificadas nos padrões de cada raça;
  • O pelame precisa estar em boas condições, sem cicatrizes ou imperfeições;
  • O corpo deve ser fluido e não obeso;
  • A forma das orelhas e seu posicionamento são avaliados , bem como a forma da cabeça;
  • A cor e a disposição das marcas são muitas vezes significativas;
  • A posição da cauda deve ser "correta" ;
  • A construção das pernas é muito importante. A marcha do cão precisa ser equilibrada.

Depois de toda estas colocações, desejamos a você muita boa sorte. Você sentirá um prazer imenso quando seu cão ganhar algo nas exposições, você sentirá que todo o trabalho valeu a pena.

Família
ROCKEFELLER BULL'S


Comente aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =